sexta-feira, setembro 15, 2017

CAMPOS DE MIRANDA DE EDGARD PANÃO [23 DE SETEMBRO DE 2017, 16H30] MUSEU DE AVEIRO/MUSEU SANTA JOANA PRINCESA




CONVITE
Apresentação de "Campos de Miranda" de Edgard Panão
por João Aurélio Sansão Coelho (jornalista e professor do Ensino Superior e autor do prefácio. 
“Campos de Miranda” completa a trilogia composta por “Campos de Sombras” (2014) e “Campos de Arruda” (2015). 

www.facebook.com/edgard.panao   www.facebook.com/minervacoimbraed/
www.minervacoimbra.pt 

quinta-feira, setembro 14, 2017

DESTINADAMENTE.... DE ARNALDO SILVA [APRESENTAÇÃO, DIA 22 DE SETEMBRO DE 2017, 21H30] SALÃO NOBRE CÂMARA MUNICIPAL DE MATOSINHOS






CONVITE

" ....Destinadamente..." de Arnaldo Silva. 
Apresentação por Prof. Doutora Isabel Ponce de Leão (autora do prefácio).
Salão Nobre Câmara Municipal de Matosinhos. 22 de Setembro, 21h30.



terça-feira, setembro 12, 2017

EDGARD PANÃO, ACADÉMICO HONORÁRIO DA ACADEMIA PORTUGUESA DA HISTÓRIA







Edgard Panão, Académico Honorário da Academia Portuguesa da História. É com orgulho que comunicamos que o nosso ilustre autor Dr. Edgard Panão, foi eleito Académico Honorário da Academia Portuguesa da História. O galardão será entregue em cerimónia a realizar a 11 de Outubro, pelas 15 horas. 
In Jornal "Mirante" de 1 de Setembro de 2017.


Aqui deixamos o link para "O PONEY", a quem agradecemos igualmente a notícia e a referência ao excepcional currículo do Dr. Edgard Panão

http://oponney.pt/nacional/nova-artigo-50/

sexta-feira, agosto 04, 2017

«A VIAGEM» DE IRENE VALENTE [APRESENTAÇÃO POR JORGE CORTE-REAL] 12 DE AGOSTO, 17H30, AUDITÓRIO DA CÂMARA MUNICIPAL [ANSIÃO]




Convite

O Presidente da Câmara Municipal de Ansião, 
Dr. Rui Alexandre Novo e Rocha, 
a Autora e as Edições MinervaCoimbra 
têm o prazer de convidar V. Ex.ª para o lançamento do livro

A VIAGEM de Irene Valente

A apresentação será feita por Jorge Corte-Real (jurista). 

A sessão realiza-se no próximo dia 12 de agosto (sábado), 
pelas 17h30 no Auditório Câmara Municipal de Ansião.

terça-feira, julho 11, 2017

A INFORMAÇÃO NA ERA DA PÓS VERDADE - O ADMIRÁVEL MUNDO DAS NOTÍCIAS FALSAS [ A PROPÓSITO DO LIVRO DE BRUNO PAIXÃO « PRIME TIME IS MY TIME»



Colóquio " A informação na era da pós verdade - o Admirável Mundo das Notícias Falsas"
com António Tavares, Sandra Felgueiras, Bruno Paixão e José Manuel Portugal


Dia 11 de Julho de 2017, pelas 21h30. 

Biblioteca Municipal, Figueira da Foz. 

A propósito do livro de Bruno Paixão 

«Prime Time is My Time crónicas sobre comunicação, jornalismo, política e cultura» 



quinta-feira, junho 22, 2017

«ANTÓNIO ARNAUT - FOTOBIOGRAFIA» COORDENAÇÃO DE ISABEL DE CARVALHO GARCIA [CONVENTO DE SÃO FRANCISCO EM COIMBRA] DIA 8 DE JULHO DE 2017, PELAS 16H30






Convite

O Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, 
Manuel Machado, António Arnaut 
e as Edições MinervaCoimbra 
têm a honra da convidar V. Ex.ª 
para o lançamento do livro

ANTÓNIO ARNAUT - FOTOBIOGRAFIA
coordenado por Isabel de Carvalho Garcia.

A apresentação será feita pelo Prof. José de Faria Costa

A sessão terá lugar no próximo dia 8 de Julho de 2017, 
pelas 16h30,no Café Concerto 
do Convento de São Francisco, em Coimbra.


sexta-feira, junho 09, 2017

SESSÃO DE AUTÓGRAFOS COM LAURA DASILVA - 2ª EDIÇÃO DE «MADRUGADA FRIA» [FEIRA DO LIVRO DE COIMBRA] PARQUE DR. MANUEL BRAGA - FEIRA CULTURAL DE COIMBRA






Sessão de Autógrafos com LAURA DASILVA (Cila Fernandes) a propósito da 2ª edição do livro «Madrugada Fria».10 de junho de 2017 (16h00-18h00).Feira do livro de Coimbra (Feira Cultural de Coimbra). 


Com 1ª edição a 07 de Maio de 2016 este segundo livro de Laura Da Silva reúne a sua produção poética entre 2004 e 2006, com prefácio de Margarida Mota. Num registo intimista, tal como em "Palavras Soltas no Olhar" (MinervaCoimbra, 2014), a autora convoca-nos novamente para uma leitura onde o "amor, a tristeza, o sofrimento, o medo, a angústia, mas também a alegria, a saudade e a felicidade ", polvilham os seus poemas.
LAURA DASILVA (Cila Fernandes)
[pseudónimo de Maria Cecília da Silva Fernandes Pedro].
é natural de Coimbra, onde completou o segundo ano do curso complementar do ensino secundário (antigo sétimo ano do liceu) em 1979, na cooperativa de ensino de Coimbra (Colégio S. Pedro).
Em 1980 emigra para o estrangeiro à procura de outras oportunidades.
Não continuou os estudos, mas nunca perdeu a ligação aos livros que sempre a acompanharam desde a infância. Regressou a Portugal em 1998 onde fixou residência em Miranda do Corvo.
Em 2014 publicou «Palavras Soltas no Olhar» [MinervaCoimbra]. 

Tem em preparação mais doitítulos www.minervacoimbra.pt // www.minervacoimbra.blogspot.pt

segunda-feira, maio 22, 2017

«AINDA - COTOVIA» DE PAULO ILHARCO. APRESENTAÇÃO EM COIMBRA [26 DE MAIO DE 2017, PELAS 21H30]






CONVITE

Apresentação do livro "AINDA - COTOVIA", de Paulo Ilharco, pela professora Maria Regina Rocha, autora do prefácio. Do evento constarão alguns momentos musicais. A sessão decorrerá dia 26 de maio, sexta-feira, pelas 21h30 na “Taberna Rossini” (Av. Calouste Gulbenkian, 21 – ao Largo da Cruz de Celas – Coimbra).



Tendo começado a publicar em 1991, Paulo Ilharco tem rejeitado, ao longo dos anos, com veemência, a inclusão do seu espólio em concursos literários, por motivos pessoais. Não obstante, tem aceitado inúmeros convites de várias escolas e instituições do país para participar em tertúlias e encontros com os leitores – reptos aos quais o autor nunca diz “não”, porque “a Poesia é o seu altar”! A partir de 1995 a sua editora tem sido a MinervaCoimbra. 


Regina Rocha escreve no prefácio deste livro: 

«(...) E é forçoso referir a mestria do domínio do decassílabo em poemas longos de um só estrofe, tão ricos de sentidos, de ritmo, de sonoridades que o fim da leitura de cada um exige o voltar atrás, a releitura, saboreando-se o poema verso a verso. Criptograma, símbolos, alusões, sentidos implícitos, sugestões, expressividade, sonoridades, ritmo, melodia são a marca desta poesia, porque é Poesia, não a cantada pelos pássaros azuis, 
mas a que revela a angústia existencial de quem sabe e sente que ser poeta é ser diferente.

Sim, esta obra é um grito do poeta que sabe que perdura nos seus versos e galharda e desafiadoramente assume que “Nesse dia em que o Mundo não girar / Ainda cá estarei para cantar”.» 


Paulo Jorge Dias Nogueira Ilharco nasceu a 26 de Maio de 1961, na freguesia de São Bartolomeu, em Coimbra. Ainda muito jovem, concluiu o curso superior de Línguas e Literaturas Modernas, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, tendo-lhe sido atribuídas bolsas de estudo pelos governos britânico e espanhol. Desde então, tem vindo a exercer funções docentes, como professor de Português e Inglês, em diversas escolas do país.
Em 1991, publicou o seu primeiro livro de Poesia, intitulado “Sonetos Imperfeitos”, com
posfácio do Professor-Assistente de Literatura e Cultura Portuguesas, no Instituto de Letras da
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, António Basílio Rodrigues.
Em 1992, lançou “Chão Sagrado – Sonetos Mais-Que-Imperfeitos”, com prefácio de Natália Correia. Tanto esta obra, como a anterior, foram adoptadas em cadeirasde Literatura Portuguesa, em diferentes instituições académicas do Porto.
Em 1995, pôs na forja “Paranóia – Sonetos do Reencontro”, com prefácio do Doutor José Carlos Seabra Pereira, na altura Professor de Teoria da Literatura e Literatura Portuguesa, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
Em 1997, viu o seu livro “Transgressão – Poemas Ao Ocaso” ser prefaciado pela Doutora Isabel Vaz Ponce de Leão, então professora na Universidade Fernando Pessoa, no Porto.
Em 2002, 2004 e 2009, publicou, respectivamente, “E Nu Sente – Sonetos (E)ternos”, com pre-
fácio do crítico e jurista Dr. Manuel Bontempo,“Ideias... E Dei-As! – Quadras Doídas Sem Acento No i”, com prefácio da poetisa Liz da Silva, e “Asas Versus Aspas – Poema De Força Na Cedilha”, com prefácio da Doutora Clara Murteira, professora na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.
Em 2015 deu a conhecer a sua vasta obra, “Raios-X À Alma – Eco Do Silêncio”, um livro com mais de 400 páginas, curiosamente prefaciado pelo próprio, o qual foi apresentado por Isabel de Carvalho Garcia, das Edições MinervaCoimbra, em tom de “entrevista”, num sarau cultural, cuja sessão decorreu no emblemático Café Santa Cruz, em Coimbra, tendo o autor “casado” Música com Poesia, apresentando-se ao público, não só como poeta, mas também como cantor e compositor.




sexta-feira, maio 12, 2017

CURSAR MEDICINA NOS ANOS 50 - HISTÓRIA.MEMÓRIAS. IMAGENS [SECÇÃO REGIONAL DO CENTRO DA ORDEM DOS MÉDICOS] 17 DE MAIO. 18H30. COIMBRA


CONVITE. 17 de maio, 18h30.


Apresentação do mais recente livro de autoria de Maria Manuela de Mendonça (médica)
"Cursar Medicina nos Anos 50 - História. Memórias. Imagens". 

Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Av.D. Afonso Henriques, 39, em Coimbra, Sala Miguel Torga. Sessão presidida por Carlos Cortes, Presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos. Maria Lucília Mercês de Mello, médica, e Fernando Augusto Barbosa, engenheiro mecânico e jornalista, farão a apresentação.

 www.minervacoimbra.pt //www.facebook.com/minervacoimbraed/

terça-feira, abril 25, 2017

A VIAGEM DE IRENE VALENTE. APRESENTAÇÃO EM COIMBRA [29 DE ABRIL, 17H30] HOTEL D. INÊS






Convite

Temos o gosto de convidar para a apresentação do livro

A VIAGEM de Irene Valente.

A apresentação será feita por Jorge Corte-Real (jurista)
e a sessão realiza-se, dia 29 de Abril, pelas 17h30,
no Hotel D. Inês, em Coimbra.



A VIAGEM 
Nesta narrativa, toda ela uma viagem em redor de viagens, 
Irene Valente lembra-nos que a vida é um labirinto, uma “teia de
ligações” da qual apenas nos poderemos libertar “através da
compreensão e do perdão de todos os intervenientes”.
E também nós, porque leitores, somos intervenientes nestas
viagens de Isadora, estamos com ela nos espaços exteriores e nos
espaços interiores, vimos com os seus olhos e ouvimos com os
seus ouvidos. Porém, aceitemos ou não a reencarnação, somos
incapazes de recusar a dimensão de imortalidade que nos é
proposta pela autora: “somos imortais e eternos. Os corpos e
mentes são apenas as máscaras que a alma utiliza para
representar o papel atribuído ao personagem na novela que
decorre em cada vida”.
Assim, da mesma forma como o revisor da narrativa, ciente de
que a obra é do escritor, propõe a alteração de uma vírgula ou de
um tempo verbal mas liberta a obra para que espelhe o seu autor,
também cada um de nós, tendo recebido novas ideias, é livre para
“seguir uma consciência mais elevada e o caminho da
espiritualidade em sintonia com as Leis do UM ou, pelo
contrário, continuar preso ao medo, ao sofrimento”. A escolha é
nossa, a cada momento da Viagem.

IRENE VALENTE
Depois de uma vida dedicada à Enfermagem e ao Ensino
de Enfermagem, a autora retirou-se para se dedicar à
escrita e ao estudo das terapias alternativas nas quais
apresenta uma larga formação que inclui entre outras:
- Operadora de PMT e Fire Axe Activation
- Terapeuta Quântica e Holística
- Mestre de Reiki Usui
- Mestre de Reiki Omrom
- Facilitator of Divine Diamond Healing
- Master Teacher in Magnified Healing of the God Most
High of the Universe
- Sistema de Reiki Usui
- Sistema de Reiki Omrom
- Orixá Reiki Magnificado I e II
- Orixá Reiki Tronados
- Elohim Reiki nível de Expansão
- Elohim Reiki ancoramento da Mestria
- Cura Quântica Estelar I - para a prática holística
- Up-Grade de Cura Quântica Estelar- referente a uma
nova metodologia com merkabas e projeção de energia
para aprimoramento das capacidades do terapeuta.
- Cura Quântica Estelar II – referente a tópicos de
acupuntura, Do-In, Reflexologia, Quiropraxia, Anatomia e
Patologia Clínica
- Cura Quântica III – referente a tópicos de Radiónica,
Radiestesia, Medicina Vibracional e Apometria Psiónica.
- Cura Quântica IV – referente à criação e estrutura das
Formas de Pensamento e dos Miasmas que a consciência
humana produz, além dos aspetos de memória celular e de
herança psíquica dos antigos registos de vidas passadas e
da ascentralidade.
- Cura Quântica Estelar V – curso intensivo de
aprofundamento da técnica de harmonização energética.
- Módulo de Desdobramento multidimensional- para
técnicas apométricas mais avançadas.
- Módulo Comandos Estelares - referente à origem e
criação das Federações Interestelares de Teta.
- Módulo de Harmonização ambiental – curso intensivo
para aprofundamento das técnicas anteriores, para
intervenções mais avançadas.

Publicações da Autora
Além de diversos artigos publicados em Revistas da
Especialidade, ao longo da sua atividade profissional
publicou os seguintes livros:
*Com quantos contos se faz um mundo (2016).
em co-autoria com 11 autores internacionais.
Editora Casa do Escritor.
*O Desabrochar do Lótus (2014).
Edições MinervaCoimbra.
Percursos, vivências e novos caminhos (2013),
2.ª edição (2016). Edições MinervaCoimbra.
*Autoconceito em estudantes de Enfermagem (2002).
Coimbra, Editora Quarteto.
*Autoconceito no Jovem Adulto (2000). Estudo da
interação da vinculação e algumas variáveis
sociodemográficas no autoconceito. Dissertação de
Mestrado, apresentada e defendida na Escola de Altos
Estudos do Instituto Superior Miguel Torga em Coimbra.
*Avaliação Sumativa (1999). Dissertação do curso de
Pedagogia Aplicada ao Ensino de Enfermagem,
apresentada e defendida na Escola Superior de
Enfermagem Dr. Angelo da Fonseca em Coimbra.
*Divulgados mas não editados. Encontram-se nos
repositórios das respetivas Instituições.
Contacto com a Autora:
Se desejar entrar em contacto com a autora, para comentar o
presente livro, escreva para o e-mail: ivalente54@gmail.com
A Autora terá todo o prazer em responder a qualquer

questão que o leitor lhe coloque a propósito desta obra.

domingo, abril 16, 2017

CONVITE. APRESENTAÇÃO DE «CAMPOS DE MIRANDA» DE EDGARD PANÃO [21 DE ABRIL, 18H00] CAFÉ SANTA CRUZ, COIMBRA.


CONVITE





CAMPOS DE MIRANDA
de Edgard Panão.

A apresentação será feita por Sansão Coelho
(jornalista e professor do ensino superior)

21 de Abril, 18h00, Café Santa Cruz em Coimbra.

***
Capa do livro de autoria de Torsten Steinbach




Edgard Panão para além de professor de Filosofia e História em vários liceus do país, foi director e professor da Escola do Magistério Primário de Aveiro, director e professor da Escola do Magistério Primário de Silva Porto (actual Kuito) Angola e ainda responsável pelos Serviços de Educação em Dili. Foi também vereador e presidente da Câmara Municipal de Estarreja. Desde 1993, altura em que se reformou, que se dedica à investigação de índole histórica e a publicar alguns trabalhos, dos quais se destacam:

▪ «A reconstituição das famílias da freguesia de Salvador da vila de Miranda 
   do Corvo» (2002), 
 «Covseiro de Myranda» (2006), 
▪ «Cartas a Ana de Leonardo» (2007),
▪ «Os Trautos de Miranda» (2008), 
▪ «Comentário - O outro lado da coisa» (2009),
▪ «Os convencidos da Vida» (2010), 
▪ «O Tombo da República-Ensaio sobre o período inicial do novo regime político (1910-1926)»(2011),
▪ «Cancioneiro Popular de Miranda do Corvo»de Belisário Pimenta (2012)
▪ « O Bulário da Casa Grande» 2013,
▪ «Campos de Sombra» 2014,
▪ «Campos de Arruda», 2015.
▪ «Campos de Miranda», 2016.

Os onze últimos livros com a chancela das Edições MinervaCoimbra.

CONVITE. PALESTRA E APRESENTAÇÃO 2ª EDIÇÃO DE «SESSENTA MINUTOS COM WELWITSCHIA MIRABILIS» ANFITEATRO DO CHIMICO. MUSEU DA CIÊNCIA, UC [19 DE ABRIL, 17H00] COIMBRA






- anfiteatro do Chimico, Museu da Ciência – 19 abril às 17h 

 CONVITE. PALESTRA: “Welwitschia mirabilis: um ser vivo milenar do deserto de Moçâmedes” 

e APRESENTAÇÃO da 2ª edição do livro:
“Sessenta minutos no deserto com… Welwitschia mirabilis!”



Palestra por Ana Cristina Tavares, conservadora das colecções de História Natural do Museu da ciência da Universidade de Coimbra, doutorada em Fisiologia Vegetal pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC). Welwitschia mirabilis: um ser vivo milenar do deserto de Moçâmedes
De entre os objetos do acervo botânico do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra destaca-se a Welwitschia mirabilis Hook.f., um ícone da ciência, raro na natureza e nos museus.
Trata-se de um endemismo vegetal que habita exclusivamente no deserto do Moçâmedes/ Namibe, na faixa ocidental africana que engloba o sul de Angola e o norte da Namíbia. Uma espécie que, pelo seu exotismo, raridade e caraterísticas únicas vale a pena conhecer. 
Numa abordagem interdisciplinar sobre Biologia, Geologia, Antropologia e História da Ciência, nesta palestra sobre o passado, o presente e o futuro desta espécie apresentam-se as etapas de uma viagem ao deserto de Moçâmedes e ao contacto direto com um ser vivo fantástico.
No final da sessão, pela Editora MinervaCoimbra e da autoria de Ana Cristina Tavares, decorrerá o lançamento da 2ª edição do livro “Sessenta minutos no deserto com… Welwitschia mirabilis!”. www.minervacoimbra.pt  https://www.facebook.com/minervacoimbraed/

quarta-feira, abril 12, 2017

HOMENAGEM. PROFESSORA MARIA HELENA ROCHA PEREIRA. MEMORÁVEL E INESQUECÍVEL


Maria Helena Rocha Pereira, professora catedrática da Universidade de Coimbra, jubilada, e a maior especialista portuguesa em Estudos Clássicos. Partiu aos 91 anos. 

Em 2003, no âmbito de Coimbra Capital da Cultura, Maria Helena da Rocha Pereira contribuiu com a tradução das tragédias Ájax e Antígona para o livro
«SÓFOCLES -Tragédias», ed. MinervaCoimbra, 2003. Este livro contém também traduções de Maria do Céu Fialho e José Ribeiro Ferreira


Maria Helena Rocha Pereira 
LUÍS EFIGÉNIO/NFACTOS


"Foi a primeira professora catedrática da secular Universidade de Coimbra. A primeira em 666 anos. (A primeira a prestar provas. Carolina Michaelis tinha sido convidada.)
Viveu sempre com os antigos. Abraçou o estudo dos gregos e latinos como se abraça o sacerdócio. Não casou, não teve filhos. Tem quatro sobrinhos que adora.
É por causa dessa dedicação exclusiva que podemos ler em português a «República» de Platão ou «As Bacantes» de Eurípides, por exemplo. Elaborou a «Hélade», antologia da cultura grega, porque os alunos provenientes dos mais diversos cursos nem sempre sabiam grego. Traduziu a «Medeia» ou a «Antígona» a pedido do grupo de teatro da universidade. Mas diz que detesta traduzir. Gosta muito de estudar e ensinar e a isso votou a sua existência. Ensinou durante quarenta anos, é professora jubilada desde 95. Deixou de dar aulas, mas continua a orientar mestrados e doutoramentos."

Anabela Mota Ribeiro  http://anabelamotaribeiro.pt/33111.html

domingo, março 26, 2017

«PRIME TIME IS MY TIME - CRÓNICAS SOBRE COMUNICAÇÃO, JORNALISMO, POLÍTICA E CULTURA» DE BRUNO PAIXÃO [APRESENTAÇÃO EM COIMBRA] 28 DE MARÇO



CONVITE

O diário As Beiras tem o gosto de convidar V. Exa. para a sessão de apresentação do livro de Bruno Paixão«Prime Time is My Time - crónicas sobre comunicação, jornalismo, política e cultura».

A sessão terá lugar em Coimbra, no dia 28 de março (terça-feira), pelas 18 horas, na Cafetaria do Museu da Ciência (Chimico) da Universidade de Coimbra. Neste dia a obra será oferecida ao público presente. Uma edição MinervaCoimbra.

***

As mudanças nos media, a crise do jornalismo ou as transformações que as redes sociais estão a operar na nossa sociedade têm um impacto nas nossas vidas que Bruno Paixão retrata com conhecimento e arte. Este livro merece ser lido não apenas porque as crónicas estão escritas de forma a termos prazer na leitura, mas porque são um bom princípio de reflexão.
Apesar de já terem sido publicadas num jornal não estão datadas e têm na maior parte um registo intemporal. “Vamos imaginar um dia sem jornais”, escreveu Bruno Paixão. Era um vazio de cidadania.
Este livro não é.
                                            Vítor Matos, editor de política do Observador

Crónicas escritas com a paixão de quem viveu o jornalismo por dentro e a assertividade de quem soube ganhar um olhar distanciado sobre os media. Textos que mostram pensamento e estimulam a reflexão, que projetam o futuro a discutir o presente.
                                            Rui Hortelão, Sábado

Conheço-o há mais de 20 anos. O Bruno Paixão nunca quis ficar pela espuma dos dias. Fragmentos da atualidade política ou social valem sempre extraordinárias reflexões. Crónicas que são capítulos do nosso tempo. E Têm de ser (re)lidas. Agora, em livro.

                                            Hugo Gilberto, RTP




Bruno Paixão é  doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de Coimbra. É investigador no Centro de Investigação Media e Jornalismo, integrando o projecto "Corrupção política nos media: uma
perspectiva comparada. Autor do livro «ESCÂNDALO POLÍTICO EM PORTUGAL (1991-1993 e 2002-2004)» (MinervaCoimbra), que resultou da sua tese de Mestrado. Tem inúmeros  artigos académicos publicados em livros e revistas. Actua nas áreas de Ciências Sociais com ênfase em Ciências da Comunicação e Ciências Políticas. Os termos mais frequentes na contextualização da sua produção científica são: comunicação política, jornalismo político, corrupção política, moral pública e escândalo político.

quarta-feira, março 08, 2017

«FUGA MARROQUINA» DE CRISTINA ROBALO CORDEIRO. ENCONTRO LITERÁRIO NA ALLIANCE FRANÇAISE DE COIMBRA [8 DE MARÇO, PELAS 18H00]







Festa da Francofonia promove, na próxima quarta-feira, um encontro literário com Cristina Robalo Cordeiro, a propósito da sua obra FUGA MARROQUINA. O encontro terá lugar às 18h, na a Alliance Française de Coimbra.